Investigadores honestos do 11/Set são perseguidos

Sou um jornalista independente que tem investigado os acontecimentos do 11/Set desde aquele dia terrível em que as nossas vidas e a realidade política nacional foram drasticamente alterados.

Minha investigação original e artigos resultaram em várias descobertas que são decisivas para o entendimento do que realmente aconteceu no World Trade Center, no Pentágono e na mina desactivada em Lambertsville, Pennsylvania.

Infelizmente, porque as minhas descobertas não confirmam a versão conspirativa oficial, do governo, fui estigmatizado como « teórico conspirativo anti-governamental » por aqueles que se recusam a investigar qualquer prova que desafie a versão oficial.

Em 15 de Agosto de 2006, uma gang de três polícias à paisana veio à minha casa e atacou-me durante uma prisão injustificada. Fui alvejado por TASER quando estava imobilizado e o meu cotovelo direito foi partido em frente da minha esposa e da minha filha de oito anos. Os meus escritos tornaram-me alvo daqueles que se dedicam a promover as mentiras acerca do 11/Set.

Naturalmente, este assalto brutal prejudicou-me severamente. Fui atirado para uma cela sem água e disseram-me para « beber da toilet ». Quando perguntei porque polícias à paisana com armaduras corporais rondaram em torno da minha casa, disseram-me: « Estávamos a vigiá-lo ».

Fui processado a seguir com duas acusações inventadas de contravenção e imediatamente tornei-me o sujeito de uma bem orquestrada campanha internacional de descrédito — e, por extensão, dos meus escritos e investigações.

Agora enfrento um julgamento com júri em 31 de Maio no Cook County Circuit Court e gostaria que contactasse o presidente da municipalidade (mayor) e o chefe de polícia de Hoffman Estates e exprimisse a sua preocupação pelo que me aconteceu. Na América de hoje, o que aconteceu a mim poderia aconteceu a qualquer um. Por esta razão isto precisa ser tratado pelos cidadãos conscientes.

A informação para contacto está disponível aqui: http://www.bollyn.com/index/?id=10451

POR QUE OS INVESTIGADORES DO 11/SET SÃO PERSEGUIDOS?

Bollyn e o Prof. Jones. Três semanas depois de ter sido assaltado e preso, o Professor Steven E. Jones, da Brigham Young University, também investigador do 11/Set, foi difamado na estação local da NPR (National Public Rádio) como « anti-semita » e removido da sua posição como posição naquela prestigiosa escola Mórmon.

Na Primavera de 2006 Jones e eu colaborámos na sua investigação quanto ao metal fundido visto no World Trade Center. No Verão de 2002 eu havia sabido e relatado acerca do ferro fundido encontrado nos porões das três torres que entraram em colapso. Estes relatos despertaram o interesse de Jones vários anos depois. O seu interesse científico resultou na tese de que cargas de corte tipo térmite haviam sido utilizadas para facilitar a destruição das torres gémeas e do WTC 7 com 47 andares.

Levei a investigação de Jones à Universidade da Califórnia, em Davis, onde encontrei-me com o Professor Thomas Cahill. Cahill coleccionara dados e analisara o fumo (com um DRUM [1] em Davis) que emanara da pilha de entulho do WTC desde o princípio de Outubro até o Natal de 2001. A extraordinária abundância de partículas nanométricas no fumo indicava que o metal fundido por baixo das torres estivera mais quente do que o ponto de fusão do ferro e dos outros metais encontrados no fumo azulado. Esta é a espécie de prova que aqueles que apoiam a versão oficial odeiam.

CAMPANHA DE MEDO E DIFAMAÇÃO

Será que os ataques a mim e ao Professor Jones estavam relacionados? Será que fomos atacados, difamados e arruinados porque estivemos a perguntar demasiadas questões acerca do 11/Set? No seu artigo recente, « War and the Police State: Complicity of the American People » , publicado pelo Global Research, Donna J. Thorne escreveu:

« Receando a exposição, os Czars da Propaganda sabem que os ‘adeptos da verdade’ devem ser estigmatizados e desacreditados para a corrupção do governo e a fraude corporativa florescer sem peias ».

« Tentativas de amedrontar para silenciar os dissidentes », escreveu Thorne. « Quando o Movimento pela Verdade ganha força e acumula credibilidade, os aproveitadores do medo começaram a apregoar mais uma ‘ameaça’ à Segurança Nacional – investigando mentes. Isto é uma notícia tanto boa como má. Já não somos ignoráveis. Temendo a exposição, o Czars da Propaganda sabem que os ‘Adeptos da Verdade’ devem ser estigmatizados e desacreditados para a corrupção do governo e a fraude corporativa florescer sem peias. Disto isto, prepare-se para uma intensificação da Campanha de Medo e Difamação. Qualquer grupo ou indivíduo que questione oralmente a estória oficial do 11/Set ou que exerça o direito de exigir a responsabilização do governo será etiquetado como « Anti-americano e anti-patriota ».

Será que permitiremos isto? Será que nos levantaremos pela Verdade – ou silenciosamente nos submeteremos às mentiras?

24/Maio/2007

[1] DRUM: Davis Rotating Uniform, um monitor de partículas. O grupo Delta, de Davis, para a detecção e avaliação do transporte de aerossóis a grandes distâncias, efectua amostragens por meio de aparelhos (ver fotos ). Ver também http://delta.ucdavis.edu/WTC.htm

[*] Jornalista investigador. Seu sítio web: http://www.bollyn.com/.

O original encontra-se em www.globalresearch.ca

Este artigo encontra-se em http://resistir.info/ .



Articles Par : Chris Bollyn

Avis de non-responsabilité : Les opinions exprimées dans cet article n'engagent que le ou les auteurs. Le Centre de recherche sur la mondialisation se dégage de toute responsabilité concernant le contenu de cet article et ne sera pas tenu responsable pour des erreurs ou informations incorrectes ou inexactes.

Le Centre de recherche sur la mondialisation (CRM) accorde la permission de reproduire la version intégrale ou des extraits d'articles du site Mondialisation.ca sur des sites de médias alternatifs. La source de l'article, l'adresse url ainsi qu'un hyperlien vers l'article original du CRM doivent être indiqués. Une note de droit d'auteur (copyright) doit également être indiquée.

Pour publier des articles de Mondialisation.ca en format papier ou autre, y compris les sites Internet commerciaux, contactez: [email protected]

Mondialisation.ca contient du matériel protégé par le droit d'auteur, dont le détenteur n'a pas toujours autorisé l’utilisation. Nous mettons ce matériel à la disposition de nos lecteurs en vertu du principe "d'utilisation équitable", dans le but d'améliorer la compréhension des enjeux politiques, économiques et sociaux. Tout le matériel mis en ligne sur ce site est à but non lucratif. Il est mis à la disposition de tous ceux qui s'y intéressent dans le but de faire de la recherche ainsi qu'à des fins éducatives. Si vous désirez utiliser du matériel protégé par le droit d'auteur pour des raisons autres que "l'utilisation équitable", vous devez demander la permission au détenteur du droit d'auteur.

Contact média: [email protected]